Quanta proteína tem um inseto?

Quanta proteína tem um inseto?

Quanta proteína tem um inseto?

O tema que hoje trazemos tem como objetivo tentar ilucidar-vos sobre a quantidade proteica existente nos insetos.

É importante compreendermos numa primeira fase o que é na verdade a Proteína e como é que ela é constituída.

As proteínas são nutrientes essenciais para o nosso corpo e tendo em conta que ao contrário das plantas e outros microorganismos, nós, seres humanos não temos capacidade de biosintetizar todos os aminoácidos essenciais para o nosso organismo, temos efetivamente que nos alimentar através de uma dieta equilibrada para conseguirmos suprimir as nossas necessidades.

Estes aminoácidos essenciais podem ser encontrados num leque diverso de alimentos como o leite, peixe, carne, cereais integrais, leguminosas e claro, os insetos. Onde neste último conseguimos através da ingestão de apenas uma espécie de inseto, consumir todos os aminoácidos essenciais. Ora vejamos ..

Mas será que todos os insetos têm o mesmo valor proteíco?

Tal como todos os produtos alimentares que conhecemos, cada espécie de inseto tem uma composição nutricional diferente e por consequência o seu valor proteíco caracteristico. Além disso, cada um deles terá também na sua constituição diferentes percentagens de cada aminoácido essencial.

Ora analisemos os insetos mais usados para alimentação humana no mercado europeu!

Comecemos pelo Acheta domestica, uma espécie de grilo.

Acheta domestica desidratada

Os grilos têm efetivamente uma composição nutricional bastante interessante mas destacam-se maioritariamente pelo seu elevado valor proteíco que está entre os 60 a 70% de proteína.

Para além disso, a sua estrutura proteíca contém todos os aminoácidos essenciais destancado-se a concentração de Valina (4,5%).

Curiosidade: Sabias que os grilos são também uma excelente fonte de Potássio, Fósforo e Sódio?

Avancemos para o Tenebrio molitor (mealworms)

Tenebrio molitor

No caso do Tenebrio molitor o seu valor proteíco representa 50% da sua constituição nutricional, destancado-se de igual forma a presença de todos os aminoácidos essenciais na sua estrutura proteica.

Desta estrutura, salientamos a presença em maior quantidade da Isoleucina, Tirosina e Leucina.

Curiosidade: Sabias que o Tenebrio apresenta um excelente equilibrio entre Proteínas e Ácidos gordos essenciais (Omega-6)?

Conclusões Finais

O Tenebrio molitor e o Acheta domestica, insetos mais comuns produzidos na Europa, são de facto uma excelente alternativa alimentar, não só devido à sua componente sustentável mas também por serem uma fonte de proteína de excelência.

Caso sintas que ainda não serias capaz de te aventurar “já já” na degustação desta maravilha que são os insetos inteiros, podes sempre começar pelas nossas fantásticas Mealworm Bites e assim aventurares-te nesta nova realidade alimentar!

Por fim, esperamos que tenham gostado e que este post de hoje tenha ajudado a perceber um pouco mais sobre o que são os insetos!

Até para a semana!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

pt_PT