Insectos, como nós os vemos.

Insectos, como nós os vemos.

Insectos, como nós os vemos.

Na Portugal Bugs acreditamos que está para breve o aparecimento de produtos com insectos nas prateleiras do supermercado, mas nós não começamos agora, temo-nos dedicado à criação de insectos desde 2016, onde na nossa garagem nos iniciamos na criação de Tenebrio molitor.

Agora com o terminar de 2019 e estarmos praticamente com um pé em 2020, achamos importante fazer uma apanhado daquilo que foi o nosso caminho e o que achamos que será o nosso futuro, bem como o futuro dos insectos em Portugal.

“O caminho nem sempre tem sido fácil, o facto de não ser permitido comercializar os nossos produtos no mercado nacional, levou a que tivéssemos que adaptar toda a nossa estratégia para nos conseguirmos afirmar como uma marca pioneira e líder deste sector para alimentação humana. “

Guilherme Pereira – Fundador Portugal Bugs
Unidade de produção piloto – Matosinhos

Durante todos estes anos fomos tendo a possibilidade de participar em diversos concursos de empreendedorismo e tivemos a felicidade de ser vencedores de alguns, e graças a isso mesmo podemos afirmar hoje que temos uma pequena gama de fantásticos produtos com incorporação de farinha de Tenebrio molitor.

Em paralelo, devido a toda a exposição mediática que tivemos, participando em diversos programas tanto televisivos como radiofónicos, dando diversas palestras de Norte a Sul do pais, tanto em escolas como em universidades e empresas, acabando também por conseguir dar a provar produtos com insectos a mais de 1500 pessoas, com tudo isto fomos divulgando a prática de consumir insectos, entomofagia, ao consumidor, mas acreditamos que acima de tudo conseguimos transmitir o porquê de acreditarmos que estes serão o futuro da nossa alimentação.

Sessão In&Out – Porto Design Factory

Na Portugal Bugs olhamos para os insectos como uma alternativa de conseguirmos equilibrar a nossa balança alimentar e ao mesmo tempo, conseguirmos garantir que num futuro vamos ter todos acesso às fontes proteicas que existem actualmente. Tudo isto, porque os insectos contém características alimentares de excepção, chegando em alguns casos a obter cerca de 65% de proteína, para além disso alguns insectos podem dar resposta a diversos défices alimentares por serem ricos em macro e micro nutrientes como por exemplo o Ferro.

Mas a verdadeira questão será sempre a mesma, estará o consumidor preparado para consumir alimentos que tenham na sua constituição insectos de forma regular? Qual será a formula “mágica” para conseguirmos desmistificar o preconceito pelo consumidor destes pequenos seres?

E é sobre esta mesma questão que temos vindo a trabalhar ultimamente.

“Se continuarmos a olhar para os insectos apenas como uma novidade, o seu consumo demorará alguns anos até se tornar regular, temos que saber como e onde é que este ingrediente tem que ser colocados para poderem prosperar”

Guilherme Pereira – Fundador Portugal Bugs

Com toda a experiência que fomos captando na Portugal Bugs nos últimos anos, temos vindo a desenvolver diversos produtos alimentares que não se prendem apenas por conterem insectos, no caso das nossas barras proteicas, é de salientar o uso único de produtos naturais, sem adição de corantes nem conservantes e claro a sua fonte proteica provém unicamente da incorporação de insectos.

Mealworm Bites – Figo e Laranja

Paralelamente temos vindo a procurar novas parcerias com outras empresas para que estas possam, através da incorporação da nossa Mealworm Powder, desenvolver novos produtos e que juntos possamos apresentar alternativas sustentáveis ao consumidor.

Para finalizar, deixamos em aberto as seguintes questões, já provou os nossos produtos com insectos? Tem interesse em provar? O que lhe levaria a ser consumidor regular de produtos com insectos? Quais são as suas maiores preocupações?

O aparecimento deste tipo de produtos nas prateleiras do supermercado está para breve e nós temos imensas novidades para lhe apresentar brevemente!

Siga-nos no Facebook e Instragram, e não perca os nossos próximos passos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *